quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

21 de Dezembro - São Pedro Canísio, primeiro jesuíta alemão



Profundo devoto da Santíssima Virgem, Pedro Canísio foi conselheiro de Príncipes, Núncios e Papas

São Pedro Canísio nasceu em Nimega, atual Holanda, mas então parte da Alemanha naquele tempo. Isto no ano de 1521. Canísio é a latinização de Kanijs. Seu pai foi prefeito de Nimega e encaminhou seu filho para estudar Direito.

Cursou estudos em Colônia e Lovaina para formar-se como advogado sem, no entanto, descuidar de sua espiritualidade (tendo em vista suas frequentes visitas ao Mosteiro dos Cartuxos). Descobrindo o seu chamado com o auxílio de um padre jesuíta, Pedro Canísio tornou-se o primeiro jesuíta alemão, tendo entrado na Companhia de Jesus em 1543. Recebeu a ordenação sacerdotal três anos mais tarde. Nesse mesmo ano publicou as obras de S. Cirilo de Alexandria, sendo o primeiro livro mandado imprimir por um jesuíta. Foi teólogo do Concílio de Trento e um grande pregador e professor. Exerceu a sua docência sobretudo em Inglostad, Viena, Augsburgo, Innsbruk e Munique. Organizou a sua Ordem na Alemanha, fazendo dela o instrumento valioso para a reforma católica contra o protestantismo. Foi um dos iniciadores da imprensa católica.

Profundo devoto da Santíssima Virgem, Pedro Canísio foi conselheiro de Príncipes, Núncios e Papas. Das 36 obras que compôs, as mais célebres são os seus três Catecismos (1555-1556 e 1558), largamente difundidos por toda a cristandade até o século XIX. O denominado “Catecismo Mayor”, em 221 perguntas e respostas, alcançou pelo menos 130 edições. O Papa Leão XIII chamou-lhe mesmo o “segundo Apóstolo da Alemanha, depois de S. Bonifácio”.

Faleceu em Friburgo, na Suíça, a 21 de dezembro de 1597. O Papa Pio XI canonizou-o a 21 de maio de 1925, declarando-o ao mesmo tempo Doutor da Igreja.

ORAÇÃO: À vossa tutela me recomendo, ó santo Anjo, pois à vossa guarda me confiou a divina bondade. Sou cego, guia-me; sou ignorante, instrui-me, sou fraco, confortai-me; sou pequenino, protegei-me; sou preguiçoso, estimulai-me; sou tardo, estimulai-me a progredir no bem. Sobretudo, fazei que aquela extrema e perigosa luta que eu terei que sustentar com os demônios em minha morte, tenha termo feliz, para que, passando a ser companheiro vosso no céu, possa cantar alegremente o trino da vitória: - “Rompeu-se o laço e livres dali nós fomos”.


ORAÇÃO:

Quando me atrevi
a tocar o Teu coração,
Fonte de amor,
e dele acalmar a minha sede,
então Tu me prometeste uma veste,
tecida em três partes e capaz
de cobrir
a nudez de minha alma.
Estas três partes da veste
relacionam-se perfeitamente
com as minhas tarefas:
São elas a paz,
o amor e a perseverança.
Ornado(a) com esta veste da salvação,
senti em mim a certeza
de que nada me faltará,
mas que tudo eu conseguirei
para a Tua honra. Amém

São Pedro Canísio, rogai por nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário